Canil Matsuyama - Raça Akita Inu

Importância do Pedigree

7 de setembro de 2015

Você já se imaginou sem um documento de identidade? Sem CPF? Sem carteira de motorista? Seu primeiro documento é a certidão de nascimento, onde vem o nome de seus pais, de seus avós paternos e maternos a data e horário de seu nascimento, a região onde nasceu.

Para os cães, o Pedigree é uma certidão de nascimento, onde constam os nomes dos pais, dos avós, dos bisavós, além dos dados pessoais do cão. Muitas pessoas desconhecem a verdadeira necessidade e também o verdadeiro valor que um Pedigree representa para um exemplar canino.

O Pedigree é um documento que tem por finalidade atestar e garantir que um determinado exemplar canino pertence a uma determinada raça, ou seja, ele atesta e garante que o exemplar é de “RAÇA PURA”, o que é importante para que os criadores conheçam as linhagens de onde vem este cão.

No Pedigree de um exemplar canino, nós encontramos uma série de informações importantes, tais como:
* Nome e sobrenome do exemplar canino;
* Árvore genealógica até a terceira geração;
* Data de nascimento;
* Número do registro do exemplar adquirido
* Títulos que os ancestrais (até a terceira geração) possuem;
* Dados do Criador
* Dados do Órgão Emissor, etc.

Com a finalidade de aprofundarmos um pouco mais sobre este tema “PEDIGREE”, temos que citar também o Criador, que neste caso é representado por um “CANIL”.

Canil não é apenas o local onde você encontra vários cães, ou ainda o local onde os cães são acomodados.

Um “CANIL” deve ter seu registro emitido por um Órgão Competente, que é a CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA (CBKC) que por sua vez é filiada a FEDERAÇÃO CINOLÓGICA INTERNACIONAL (FCI). Desta forma o “CANIL” passa a representar a garantia, de que os exemplares caninos que fazem parte do seu plantel ou ainda são oriundos do seu trabalho são de “RAÇA PURA”, e consequentemente possuem PEDIGREE.

No Brasil, uma grande parte dos proprietários de cães de raça pura possui um canil devidamente registrado.

É  de grande importância frisar, que para se tornar um “CRIADOR”, se faz necessário à abertura de um CANIL, devidamente registrado nos órgãos responsáveis, conforme mencionamos acima. De posse de um CANIL, o criador, poderá emitir, através dos clubes ecléticos, ou ainda clubes especializados, o Pedigree dos filhotes que nasceram no seu canil, garantindo com este documento a origem e a pureza racial dos filhotes.

Por fim, o Pedigree, é o único documento que garante as qualidades, a origem e a propriedade de um exemplar canino, e ao contrário do que muitos pensam o Pedigree não encarece o valor de um bom exemplar, visto que o custo para o criador tirá-lo não é alto. Lembre-se que bons exemplares caninos provenientes de bons canis, sempre serão mais caros do que aqueles exemplares vendidos em feirinhas, em petshops, mesmo porque muitos deste exemplares comercializados em feirinhas e outros locais, não possuem Pedigree, o que de certa forma gera dúvida com relação a sua origem.

No pedigree também constam os títulos consquistados pelos antecessores do cão, estes títulos e toda uma ninhada de cães premiados e bem trabalhados permitem a você saber que o criador de seu cão está interessado em algo mais que apenas procriar cães e vendê-los – isso permite que você saiba se ele é sério com relação ao desenvolvimento da raça ou apenas tira proveito financeiro da mesma. A criação especializada de uma raça específica é cara e trabalhosa, é necessarios seleção, paciência, boas parceirias entre criadores no Brasil e exterior para gerar o que de melhor a raça criada pode produzir, sempre com o intuíto que você leve para casa um verdadeiro exemplar daquela raça escolhida.

Além de selecionar os cães pela aparência, o bom criador também seleciona cães pelo comportamento e temperamento. Cães agressivos tem seu pedigree “carimbado” e são impedidos se procriar. O temperamento é uma característica bastante influenciada pela genética. Cães agressivos tem maior probabilidade de apresentarem filhotes com desvio de temperamento quando comparados a cães de temperamento sociável.

Na verdade, o pedigree é a única garantia de que seu cão seja mesmo de determinada raça. Muitas vezes, os cães registrados são um pouco mais caros do que aqueles sem pedigree, mas a diferença compensa em tranqüilidade. Um cão sem pedigree é um cão sem nenhuma garantia quanto à procedência, temperamento ou, até mesmo, é um cão com alguma incapacitação que impossibilitou o criador de obter o seu registro.

No pedigree estará o nome do cão, do canil e de todos os cães que contribuíram geneticamente para a formação do seu filhote, lembre-se sempre, o bom canil de raça pura além de lhe fornecer um bom exemplar da raça escolhida, com pedigree e toda a documentação pertinente, é aquele que lhe dá suporte na seleção, criação, educação de seu filhote, que lhe passa conhecimento sobre a raça e dá apoio nos momentos de dúvida, pense nisso ao escolher o seu filhote.

 

Canil Matsuyama – Criando a Raça Akita com carinho e respeito