Canil Matsuyama - Raça Akita Inu

Akitas Filhos da Alimentação Natural

7 de setembro de 2015

O que me fez escrever mais este artigo, foi a felicidade do reconhecimento do pioneirismo de nosso trabalho com a Alimentação Natural na raça Akita, como escrevi no blog do site www.cachorroverde.com.br em meu depoimento pessoal, fui covarde em não tentar utilizar a alimentação natural em meus cães antes, apesar de conhecer o conceito da BARF e RAW MEATY BONES a vários anos, e se soubesse que ela era tão boa para os Akitas e suas proles, afirmo que nunca teria utilizado ração comercial neles.

Devo agradecer a minha matriz Natsu Hime que é a principal culpada por eu e minha esposa termos passado a utilizar a Alimentação Natural primeiramente nela e depois por pura conveniência, nos outros integrantes da nossa matilha de Akitas.

Fazem 3 anos [utilizei por 7 anos, até 2012/2013] que estou utilizando o conceito de Alimentação Natural em meus cães Akita, e digo com toda convicção e tranquilidade que hoje eles são cães melhores e mais saudáveis, portanto mais felizes do que eram antes. Outro resultado surpreendente foi notado por nós nas ninhadas de Akitas que se seguiram depois da mudança de alimentação, filhotes mais fortes, mais espertos, mais ativos, com propensão praticamente zero a vermes e resistência bem maior ao ataque de viroses normais a todo canil.

Outro ponto importante é que as matrizes se recuperam dos partos e desmame com muito mais rapidez e principalmente com muito mais equilíbrio hormonal, ao final da recuperação sem uso de suplementos ou drogas, elas estão belas como se não tivessem tido filhotes, pelagem exuberante, olhos brilhantes, mucosas rosadas, os padreadores são fogosos e tem ar sempre jovial, a raça Akita não é uma raça fácil de se criar bem e toda ajuda é bem vinda.

Absurdo dos absurdos, fiz um teste com clientes recentemente, tenho em meu canil um macho Akita adulto de 8 anos de idade, um cão muito belo e correto em todos os sentidos, que foi alimentado a vida toda com ração comercial, e nos últimos anos ele passou como todos os outros para a Alimentação Natural hoje ele tem dentes limpos, hálito saudável, sem tártaro ou sujidades em seus dentes, e uma vitalidade de filhote.

Eu perguntei aos visitantes do canil que idade eles dariam ao animal, a primeira vista, todos foram unânimes em lhe dar entre 3 e 4 anos de vida, alguns quando o viram brincar comigo como um filhote deram ainda menos, 2 ou 3 anos, e ele tem pasmem 8 anos completos e nenhuma marca de idade facilmente identificavel em qualquer cão na faixa etária dele.

Mas o que eu queria ressaltar neste artigo além do resultado em meus Akitas, é o resultado nos filhos deles, claro que meus clientes e amigos tem total liberdade de alimentar os seus cães comprados conosco como desejarem e com as rações que desejarem, apesar de eu dar todo o apoio técnico e de pós venda, bem como meus conselhos e opiniões como criador, não induzo ou forço ninguém, apenas opino e dou minhas razões.

Hoje os filhotes de Akita do meu canil, são desmamados com carnes de gado crua e com ossos crus, coelho cru e com ossos crus, carneiro cru e com ossos crus, frango cru e com ossos crus, arroz parabolizado, legumes como couve, beterraba, cenoura, brócolis, abóbora japonesa, ovos, vagem, farinha de linhaça, soja, iogurte natural ou coalhada, quando conseguimos, leite de búfala, de cabra, de ovelha, e só quinze dias antes de irem para o novo lar são passados para a ração seca comercial para os clientes que não optam pela Alimentação Natural.

O retorno que tenho recebido de meus clientes que optaram pela Alimentação Natural são os melhores possíveis, os filhotes de Akita vem crescendo fortes e saudáveis, sem serem gananciosos ao se alimentar, tem um crescimento homogêneo, um crescimento mais lento em comparação com os alimentados com ração, porém mais equilibrado, menor histórico de doenças na primeira e segunda infâncias, são mais ativos e passam mais a idéia de serem cães felizes.

No canil as maiores mudanças foram nas gestações, tamanho de ninhadas, desenvolvimento e mortalidade dos filhotes, amamentação, desmame, vermes, imunidade e recuperação das matrizes no pós parto, tudo melhorou muito.

-No canil a gestação das cadelas tem sido mais calmas, agora temos mais equilibrio entre, alimento, sono, atividade física, minhas cadelas tem feito menos barriga e tem tido ninhadas mais iguais e homogeneas;
-A média de filhotes tem se equilibrado de cadela para cadela, agora chego a saber de antemão quantos filhotes nascerão sem ultrassom;
-Nas ninhadas neste período, a mortalidade dos filhotes foi zero por eventos de ordem alimentar ou de imunidade;
-Na amamentação o leite das cadelas nos pareceu mais forte, em algumas até mais grosso e tem alimentado muito bem os filhotes;
-O desmame tem sido mais tranquilo, sem traumas para os filhotes e a mamãe Akita, nunca mais tive de utilizar medicamento para secar o leite restante das cadelas;
-A taxa de verminose no canil caiu a zero, depois da alimentação natural e de adotarmos algumas medidas que os criadores japoneses usam em seus canis, não lembro de ter visto mais vermes em nossas ninhadas;
-A imunidade dos filhotes, e de suas mães é um ponto a se ressaltar, todos nós sabemos que os cães tem sua vida regida por sua imunidade, sendo que as vezes pequenos eventos como vírus e alergias tem papel fundamental no sucesso ou fracasso de uma ninhada, pois bem os gastos do canil com medicamentos e tratamentos ficou reduzido ao preventivo apenas e vacinação, o que é um feito por si só;

É por isto que tenho cada vez mais certeza de que optamos certo pela Alimentação Natural em nosso canil, eu espero que daqui por diante apenas colhamos os frutos desta decisão e possamos proporcionar a quem nos procura a mesma sensação de dever cumprido e de bem estar na criação.

Deixo aqui os meus agradecimentos a minha esposa Cristina e minha filha Fabiana, que são meu porto seguro na criação dos Akitas e na vida, e minha filha Flávia que não mora conosco e já trilha o seu caminho na vida, amo muito vocês todas.

A amiga Sylvia Angélico idealizadora do site Cachorro Verde, apesar de não nos conhecermos pessoalmente, é também uma das culpadas de termos tomado a sábia decisão de testar a Alimentação Natural em nosso canil.

Abraço a todos,

Roberto Bezerra da Silva – Criador